top of page
  • Foto do escritorRoom Planner Team

Design de interiores minimalista | Room Planner Blog

Room Planner > Blog > Design de interiores > Design de interiores minimalista


Design minimalista de interiores


O minimalismo pode ser reduzido a uma simples frase: Menos é mais.

O conceito de design minimalista moderno de interiores pode ser traçado ao arquitecto americano Ludwig Mies van der Rohe (1886-1969). No entanto, tem estado na prática muito antes dele, particularmente no Japão.


O que é o minimalismo no design de interiores?


O conceito japonês de beleza tem sido tradicionalmente esparso. Muito dele tem a ver com a filosofia de religiões orientais como o budismo e o xintoísmo. No coração destas religiões está a ênfase em fazer o mínimo dano ao mundo natural que nos rodeia.


As raízes do design minimalista japonês de interiores mostram esta mentalidade. Vemo-la na sua arquitectura tradicional, mobiliário e arte. É o epítome da simplicidade e da naturalidade, uma abordagem que cria espaços vivos calmos e holisticamente curativos.


O design de interiores minimalista japonês pode ter inspirado a tendência, mas o design minimalista de interiores evoluiu para um conceito muito maior nos dias de hoje. Aqui, olhamos para os elementos do minimalismo e aprendemos como integrá-los em design minimalista prático de interiores.


Elementos de um interior minimalista


Um bom design de interiores não é restringido por conceitos rígidos e o mesmo se aplica a um interior de design minimalista. No entanto, há certos temas que vemos repetidamente nos estilos de design de interiores criados por designers minimalistas.


Cores neutras


A subtileza é o minimalismo. Cores silenciosas como os brancos, cremes e pastéis são naturalmente minimalistas pela sua simplicidade. Tonalidades mais profundas podem funcionar, mas devem ser integradas como parte de uma paleta de cores monocromáticas.


Paleta de cores monocromáticas


O minimalismo é subjugado na sua utilização da cor. A decoração minimalista utiliza idealmente uma única cor, possivelmente em tonalidades variáveis. Brancos e negros são comummente utilizados, mas a maioria das cores limitadas são opções viáveis se usadas isoladamente.


Luz natural


Simplicidade é a natureza e vice-versa. Um espaço minimalista deve ser banhado pela luz natural, que é ela própria, minimalista. Ao utilizar iluminação artificial, um interior de design minimalista terá fontes suaves e difusas. Apenas brancos suaves e amarelos.


Espaços abertos


A nudez é o núcleo do design de interiores simplista. Acessórios, acentos, decoração e mesmo paredes são mantidos a um nível mínimo. Os olhos devem ser capazes de esvoaçar ininterruptamente de uma ponta à outra do espaço.


Superfícies planas


Tal como acontece com a falta de paredes, as superfícies mais pequenas, tais como mobiliário e acessórios, também devem incorporar uma falta de detalhes complexos. Serão caracterizadas por linhas longas e rectas, sem espaço para formas complexas.


Minimalismo como uma tendência moderna no design de interiores


O minimalismo é uma tendência sempre verde de design de interiores simplista. Tendências mais pequenas vêm e vão, mas o apelo intemporal da simplicidade perdura. Aqui estão as tendências modernas minimalistas de design de interiores que são fáceis de incluir:

  • Azulejos - azulejos grandes são um aliado natural da decoração de interiores minimalista. As suas extremidades longas e rectas e superfícies planas são naturalmente simples. Os azulejos brancos são o padrão, o que significa que estão facilmente disponíveis e são acessíveis.

  • Plantas - plantas de caule único, particularmente aquelas com folhas ou flores apenas no topo podem acrescentar um maravilhoso elemento textural num cenário minimalista. Verde claro, castanho, ou casca e caules cinzentos são quase um substituto natural para uma decoração minimalista.

Além disso, uma variante popular são as paredes das janelas - o minimalismo é sobre espaços abertos, desprovidos de paredes. Uma parede de janela permite aos designers abraçar o conceito minimalista, mesmo quando uma parede é necessária. A bem-vinda infusão de luz natural é um bónus.


Resolver o problema da aglomeração


O mundo moderno está superlotado, superlotado e sobrelotado. Os designs minimalistas de casas interiores são a anedota perfeita. Os desenhadores que desejam resolver o problema da aglomeração dentro de espaços confinados devem abraçar estas ideias.


Utilizar mobiliário funcional - o mobiliário funcional cumpre um objectivo e fá-lo completamente dentro de um design compacto. O passo seguinte é considerar o mobiliário multifuncional, que integra vários propósitos num único objecto com uma pegada diminuta.


Declutter - isto está relacionado com mobiliário - mobiliário de armazenamento adequado e apropriado permite remover ruído visual desnecessário de uma sala minimalista. De acordo com um design interior simplista, contornar o vidro transparente em favor de painéis sólidos; pretende esconder tudo isto.


Introduzir luz natural - cada lâmpada e cada lâmpada retira aos princípios do design minimalista moderno de interiores. Grandes espaços abertos não só eliminam a necessidade destes acessórios supérfluos, como também criam a ilusão de espaço tão crítico para o minimalismo.


Dicas para integrar o minimalismo


Um dos principais inconvenientes do desenho minimalista é que pode privar um espaço do carácter. O olho procura constantemente que as coisas 'aconteçam' e encontra pouco na decoração minimalista. Eis algumas formas inteligentes de um designer se poder manter fiel aos princípios minimalistas e ainda integrá-los harmoniosamente.


Sombras e texturas


As diferentes tonalidades de uma única cor são uma forma eficaz de introduzir a variação sem sacrificar o minimalismo. Colocar objectos com pequenas diferenças de tonalidade adjacentes uns aos outros. Aplicar isto sobre vários objectos e a mudança gradual na intensidade da cor cria um aspecto agradável.


Texturas granulosas acrescentam sombras minúsculas e destaques a uma superfície. A dança do claro e do escuro dentro de um esquema de cor monocromático é incrivelmente estética.


Outra forma simples é colocar diferentes materiais lado a lado. Um tapete cinzento num chão de betão cinzento não quebra nenhuma regra de minimalismo, mas cria áreas de diferenças interessantes.


Têxteis


A natureza maleável e fluida dos têxteis presta-se bem à maioria dos espaços domésticos. Num ambiente doméstico minimalista, almofadas, tapetes, tapeçarias, cortinas, e algumas peças de arte étnica podem acrescentar dimensão. Variar os têxteis - por exemplo, entre cetim, lã, e algodão - cria facilmente o efeito desejado.


Desenho minimalista simplificado


O Room Planner App dá-lhe acesso ao design moderno minimalista de interiores 24 horas por dia, não importa onde se encontre. Desenhe a sua casa de fantasia ou visualize o que a sua casa actual pode realmente ser, tudo na palma da sua mão. Experimente-o hoje de graça!


Baixe o planejador de quartos:










80 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page